MISSA    DA
PRIMEIRA   EUCARISTIA 

RITOS INICIAIS

1. MOTIVAÇÃO

Com.

Queridos irmãos, queridas irmãs, nesta manhã agradecemos a Deus a presença de cada um de vocês que aqui vieram para que, juntos, possamos celebrar a primeira eucaristia das crianças que com dedicação e esforço participaram da catequese, com o apoio constante dos pais e testemunho de serviço e amor das catequistas. Que todos nós juntamente com os parentes e amigos destas crianças que farão a sua primeira eucaristia, possamos renovar os nossos compromissos batismais e construir entre nós e no mundo a verdadeira comunhão e paz, que brota da justiça. Celebramos com alegria nossa fé no Cristo ressuscitado, e que assumamos o seu projeto de amor. Vamos ficar de pé para recebermos as catequistas que foram as responsáveis pela evangelização das crianças, receberemos também as crianças, os ministros da eucaristia e o sacerdote Pe. (N.), que irá dirigir esta celebração.  

2. CANTO DE ENTRADA: O Senhor necessitou de braços 

O Senhor necessitou de braços para ajudar a ceifar a messe.

E eu ouvi seus apelos de amor, então respondi: aqui estou, aqui estou.

Eu vim para dizer que eu quero te seguir

eu quero viver com muito amor o que aprendi.

Eu vim para dizer que eu quero te ajudar

eu quero assumir a tua cruz e carregar.

Eu vim para dizer que eu vou profetizar 

eu quero ouvir a tua voz e propagar.

Eu vim para dizer que eu vou te acompanhar

e com meus irmãos um mundo novo edificar. 

3. ACOLHIDA

Cel

Iniciemos nossa celebração invocando a santíssima Trindade.

4. CANTO: Deus trino

Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui. (bis)

Para louvar e agradecer, bendizer e te adorar, estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer, adorar, te aclamar: Deus trino de amor!

Cel.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

Todos

Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

5. ATO PENITENCIAL

Cel.

Queridas crianças, Jesus é o nosso amigo. Será que nós somos amigos dele também? Será que algumas vezes nós ofendemos, não agindo segundo seus ensinamentos? Nós viemos aqui para conversar com Jesus e pedir o seu perdão pelas palavras que magoaram, pelos gestos que fizeram  nosso irmão sofrer, pelas vezes que deixamos de agir para ajudar o próximo.

Cateq.

Jesus disse: "quando vocês falarem, não contem mentiras. Digam sim, se é sim, e não se é não". "Nós falamos sempre a verdade"?    

Crian.

Perdoe-me Jesus pelas vezes que eu menti. Ajude-me a dizer sempre a verdade.

Cateq.

Jesus disse: "queiram-se bem e amem-se como eu amo vocês". "Nós amamos a todas as pessoas, ou brigamos com algumas"?

Crian.

Perdoe-me Jesus pelas vezes que não fui bondoso. Ajude-me a amar a todos.

Cateq.

Jesus disse: "dá aquele que lhe pede emprestado". "Nos emprestamos de boa vontade nossas coisas, quando alguém nos pede"?

Crian.

Perdoe-me Jesus pelas vezes que não emprestei o que é meu.  Ajude-me a ser menos egoísta.

Cateq.

Jesus ensinou a rezar, obedecer, ajudar os outros. Nós fazemos como Jesus ensinou?

Crian.

Perdoe-me Jesus, pelas vezes que não rezei, desobedeci aos meus pais e não ajudei aos outros. Ajude-me, eu quero ser como você foi e ensinou.

Cel.

Vamos cantar mostrando ao nosso amigo Jesus que nós estamos arrependidos e que não queremos mais pecar. 

6. CANTO: Senhor que vieste salvar

Senhor, que viestes salvar, os corações arrependidos

Piedade, piedade, piedade de nós

Ó Cristo, que viestes chamar, os pecadores humilhados

Piedade, piedade, piedade de nós

Senhor, que intercedeis por nós, junto a Deus Pai que nos perdoa

Piedade, piedade, piedade de nós

Com.

Cantemos com gratidão e muito amor, louvando a santíssima Trindade pela vida e pelo testemunho de todas as pessoas que comprometem com o reino de Deus - reino da verdade e da vida, da justiça, do amor e da paz.

7. CANTO DE LOUVOR: Glória, glória, aleluia! 

Glória, glória, aleluia! (3x) Louvemos o Senhor!

Na beleza do que vemos, Deus nos fala ao coração

tudo canta: Deus é grande, Deus é bom e Deus é Pai.

É seu filho Jesus Cristo, que nos une pelo amor. 

Louvemos o Senhor!

Deus nos fez comunidade, prá vivermos como irmãos

braços dados todos juntos, caminhamos sem parar, 

Jesus Cristo vai conosco, ele é jovem como nós.

Louvemos o Senhor!

Jesus Cristo é alegria, Jesus Cristo é o Senhor,

da vitória sobre a morte, deu a todos o penhor,

vencermos a tristeza, vencermos o temor.

Louvemos o Senhor!

8. OREMOS

Cel.

Senhor Jesus Cristo, no sacramento da eucaristia nos deixaste o memorial da vossa paixão. Daí a nós e as crianças que hoje, pela primeira vez  vos recebem, amar a eucaristia e fazer da vida uma comunhão perfeita com os irmãos. Vós que reinais com o Pai na unidade do Espírito Santo.

Todos

Amém.

LITURGIA   DA   PALAVRA

Com.

Vamos receber a palavra de Deus é ela que dá vida aos nossos irmãos e irmãs.

9. CANTO E ENTRADA DA BÍBLIA

A bíblia é a palavra de Deus semeada no meio do povo que cresceu, cresceu e nos transformou, ensinando-nos a viver um mundo novo.

Deus é bom, nos ensina a viver. Nos revela o caminho a seguir.

Só no amor partilhando seus dons, sua presença  iremos sentir.

Com.

Escutemos a palavra de Deus que será proclamada pelas(os) catequizandas(os)  (N.).

10. PRIMEIRA LEITURA: Livro de Coríntios (11, 23 - 34)

Leitor

De fato, eu recebi pessoalmente do Senhor aquilo que transmiti para vocês. Na noite em que foi entregue, o Senhor Jesus tomou o pão e, depois de dar graças, o partiu e disse: "isto é o meu corpo que é para vocês; façam isto em memória de mim". Do mesmo modo, após a ceia, tomou também o cálice, dizendo: "este cálice é a nova aliança no meu sangue; todas as vezes que vocês beberem dele, façam isso em memória de mim". Portanto, todas as vezes que vocês comem deste pão e bebem deste cálice, estão anunciando a morte do Senhor, até que ele venha. Por isso,  todo aquele que comer do pão ou beber do cálice do Senhor indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor. Portanto, cada um examine a si mesmo antes de comer deste pão e beber deste cálice, pois aquele que come e bebe sem discernir o corpo, come e bebe a própria condenação. É por isso que entre vocês há tantos fracos e enfermos, e muitos morreram. Se nós examinássemos a nós mesmos, não seríamos julgados; mas, o Senhor nos  corrige por meio de seus julgamentos, para que não sejamos condenados com o mundo. Em resumo, irmãos, quando vocês se reúnem para a ceia, esperem uns pelos outros. Se alguém tem fome, coma em sua casa. Assim não estarão se reunindo para a própria condenação. Quanto ao resto darei instruções quando aí chegar. - Palavra do Senhor.

Todos

Graças a Deus.

11. SALMO: Quem vai Senhor?

Com.

Cantemos, pedindo que Deus nos faça viver como seu povo querido.

Quem é que vai Senhor? Entrar em tua morada?...

Quem tem suas mãos bem limpas e os pés na sua estrada.

O mundo, e tudo que nele é de Deus

a terra e os que ai vivem todos seus!

 Foi Deus, que a terra construiu por sobre os mares.

No fundo do oceano seus pilares.

Quem vai, subir ao monte santo do Senhor.

Da sua casa vai ser morador? Quem tem, as mãos bem limpas de toda maldade

E puro o coração na lealdade.

A bênção, a bênção do Senhor receberá.

 Justiça e salvação encontrará!

Aí está a geração que busca Deus? A face do Senhor Deus dos Hebreus!

12. EVANGELHO

Com.

Vigiar e estar atento ao projeto de Deus é essencial para construirmos o novo milênio com mais justiça e dignidade para todos. Vamos ficar de pé, para junto aclamarmos o santo evangelho, cantando:

13. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO: Como são belos

Como são belos os pés do mensageiro que anuncia a paz.

Como são belos os pés do mensageiro que anuncia o Senhor.

Ele vive, ele reina, ele é Deus e Senhor (bis)

O meu Senhor chegou com toda glória, vivo ele está, ele está.

Bem junto de nós, seu corpo santo a nos tocar, e vivo eu sei, ele está.

Cel.

O Senhor esteja convosco

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos (12, 38 - 44).

Leitor

Naquele tempo, Jesus dizia, no seu ensinamento a uma grande multidão: "Tomai cuidado com os doutores da lei! Eles gostam de andar com roupas vistosas, de ser cumprimentados nas praças públicas; gostam das primeiras cadeiras nas sinagogas e dos melhores lugares nos banquetes. Eles devoram as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Muitos ricos depositavam grandes quantias. Então chegou uma pobre viúva que deu duas pequenas moedas, que não valiam quase nada. Jesus chamou os discípulos e disse: "Em verdade vos digo, esta pobre viúva deu mais do que todos os outros que ofereceram esmolas. Todos deram do que tinham de sobra, enquanto ela, na sua pobreza, ofereceu tudo aquilo que possuía para viver". - Palavra do Senhor.

Todos

Glória a vós Senhor.

14. HOMILIA

15. RENOVAÇÃO DAS PROMESSAS BATISMAIS 

Pais

Aqui estão os nossos filhos, que recebemos de Deus, pela união sagrada do matrimônio. Como pais nos comprometemos a continuar a obra de educação cristã de nossos filhos. Isto é nosso dever. Pelo batismo, nossos filhos se tornaram filhos de Deus e membros da igreja. Queremos que eles vivam intensamente a vida cristã, e sejam apóstolos atuantes da igreja. Sentimo-nos empenhados e estamos dispostos a ajudá-los nesta grande tarefa, com a nossa palavra, nosso estímulo e sobretudo com o nosso exemplo.

Cateq.

Senhores pais, prezados irmãos, encarregados pela comunidade paroquial, procuramos colaborar na obra de educação cristã destas crianças e adolescentes. Testemunhamos perante todos que eles estão conscientes do significado da primeira eucaristia que hoje vão receber. Nós esperamos que eles, apoiados por seus pais e por toda a nossa comunidade, continuem a sua formação religiosa, a serviço do Senhor e de todos os irmãos.   

Crian.

Ajudados por nossos queridos pais e por todos vocês, queremos crescer na vida cristã e dar sempre o exemplo de verdadeiros cristãos, servindo a Deus e aos irmãos! Em união com tantos irmãos maiores, desejamos a eucaristia, participando assim da santa missa, de um modo mais perfeito e consciente.

Cel.

Caríssimas crianças, jovens, pais e fiéis aqui presente. Pelo batismo nos tornamos filhos de Deus e membros da sua grande família que é a igreja. Portanto, estamos todos empenhados na construção do reino de Deus, realizando visivelmente pela mediação da igreja. Por isso, prometem vocês viver como filhos de Deus, respeitando sempre a dignidade humana e cristã de vocês próprios e das outras pessoas?

Crian.

Sim, prometemos, com a graça de Deus.

Cel.

Como filhos de Deus prometem vocês renunciar ao pecado e a tudo que os desune e separa?

Crian.

Sim, prometemos, com a graça de Deus.

Cel.

Como filhos de Deus e membros da igreja, prometem dar bom exemplo e o testemunho corajoso de cristãos, sem nunca se envergonharem de Cristo e de sua igreja?

Crian.

Sim, prometemos, com a graça de Deus.

Cel.

Como filhos de Deus vocês prometeram nunca renegar a fé que receberam do Cristo e da igreja no dia do seu batismo. Renovemos, pois, com firmeza e serenidade, os nossos compromissos batismais, fazendo agora nossa profissão de fé.

Todos

Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado a direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na santa igreja católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

16. ORAÇÃO COMUNITÁRIA 

Cel.

Vamos louvar o Pai, pedindo-lhe que nunca deixe faltar o pão que dá a vida eterna.

Crian.

Nós vos louvamos, ó Pai, em vós, nós vemos o Pai bondoso que nos dá Jesus para ser alimento da vida.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Nós vos agradecemos, Senhor, por esta eucaristia, que é o maior gesto do vosso amor. Que possamos compreender e viver sempre esse gesto.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Senhor, fazei que todos os pais se comprometam com a educação e formação de seus filhos, instruindo-os na fé e na caridade.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Senhor, olhai com bondade as catequistas que nos preparam para a eucaristia, recompensai seus esforços e sacrifícios.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Nós te louvamos Senhor, pelo papai e pela mamãe, pelos irmãos e irmãs que nos deste.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Te louvamos Senhor, pela morte na cruz, que aceitaste por nosso amor.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Te louvamos Senhor, pelo teu convite à mesa do teu corpo e do teu sangue.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Te louvamos Deus Pai, pelo teu amor para com todas as pessoas do mundo.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Te louvamos Senhor, pela vida eterna que prometeste aos que te amam.

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Deus Pai de amor nós te louvamos e bendizemos pela vida do nosso sacerdote (N.).

Todos

Bendito seja o Senhor.

Crian.

Nós vos agradecemos Senhor. A eucaristia é o maior gesto do vosso amor sem limite. Que nós possamos compreender e viver sempre este gesto. 

Todos

Bendito seja o Senhor.

Cel.

Senhor Jesus, olha para esta comunidade reunida em teu nome! Olha para estas crianças que buscam na eucaristia a força para crescer, lutar e vencer! E salva-nos a todos pelo teu infinito amor! Tu que és Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

Todos

Amém.

LITURGIA EUCARÍSTICA

17. OFERTÓRIO 

Com.

Tudo recebemos de Deus, tudo é graça, tudo e dom... com o pão e o vinho apresentamos tudo que somos e temos; especialmente neste dia, a vida, os dons, a caminhada, o testemunho, o amor, a dedicação dos catequizandos e das catequistas e como oferenda agradável, suplicando que se transforme cada vez mais em vida a serviço da justiça e da paz. 

18. CANTO DO OFERTÓRIO: Meu coração é para ti

Meu coração é para ti, Senhor. (3x) Meu coração é para ti.

Por que tu me deste a vida, por que tu me deste o existir.

Por que tu me deste o carinho, me deste amor.

Pão e vinho são para ti, Senhor...

A minha vida é para ti... Meu coração é para ti...

19. ORAÇÃO

Cel.

Orai, irmãos, para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai, todo-poderoso.

Todos

Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa igreja.

Cel.

Recebei. 

Todos

Amém.

20. ORAÇÃO EUCARÍSTICA 

Cel.

O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Corações ao alto.

Todos

O nosso coração está em Deus.

Cel.

Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

Todos

É nosso dever e nossa salvação.

Cel.

Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Ele é a vossa palavra viva, pela qual tudo criastes. Ele é o nosso salvador e redentor, verdadeiro homem, concebido do Espírito Santo e nascido da Virgem Maria. Ele, para cumprir a vossa vontade, e reunir um povo santo em vosso louvor, estendeu os braços na hora da sua paixão, a fim de vencer a morte e manifestar a ressurreição. Por ele, os anjos celebram vossa grandeza e os santos proclamam vossa glória. Concedei-nos também a nós associar-nos a seus louvores, cantando a uma só voz: 

21. SANTO: O Senhor é santo

Quando olhei o sol brilhar, vi que o Senhor é santo.

Vendo estrela no céu, vi que o Senhor é santo.

Na imensidão do mar, vi que o Senhor é santo.

No orvalho da manhã, vi que o Senhor é santo.

O Senhor é santo, ele está aqui.

O Senhor é santo, eu posso sentir.(bis)

Nas aves do céu, vi que o Senhor é santo.

Na planta florir, vi que o Senhor é santo.

Na fonte a cantar, vi que o Senhor é santo.

No irmão a sorrir, vi que o Senhor é santo.

Cel.

Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o corpo e + o sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso. 

Todos

Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Cel.

Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças, e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo: tomai, todos, e comei: isto é o meu corpo, que será entregue por vós. Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo: tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim. Eis o mistério da fé!

Todos

Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

Cel.

Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.

Todos

Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

Cel.

E nós vos suplicamos que, participando do corpo e sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

Todos

Fazei de nós um só corpo e um só espírito.

Cel.

Lembrai-vos, ó Pai, da vossa igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça  na caridade, com o papa (N.), com o nosso bispo (N.), e todos os ministros do vosso povo.

Todos

Lembrai-vos, ó Pai, da vossa igreja!

Cel.

Lembrai-vos também dos (outros) nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acollhei-os junto a vós na luz da vossa face.

Todos

Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

Cel.

Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho.

Todos

Concedei-nos o convívio dos eleitos!

Cel.

Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do  Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.

Todos

Amém.

22. CANTO: Quero te dar a paz

Quero te dar a paz do meu Senhor com muito amor. (bis)

Na flor vejo manifestar o poder da criação,

nos teus lábios eu vejo estar o sorriso de um irmão.

Toda vez que te abraço e aperto a sua mão,

sinto forte o poder do amor dentro do meu coração.

Deus é pai e nos protege, Cristo é filho e salvação,

Santo Espírito consolador, na Trindade somos irmãos.

Toda vez que te abraço e aperto a sua mão,

sinto forte o poder do amor dentro do meu coração. 

23. CORDEIRO DE DEUS

Cel.

Felizes os convidados para a ceia do Senhor! Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Todos

Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e serei salvo!

Com.

É o momento mais lindo desta celebração, porque Jesus nos convida à sua mesa para nos alimentar com o dom da eucaristia. Vamos cantar com alegria, para juntos recebermos Jesus Cristo.

24. CANTO DA COMUNHÃO: Mesa pronta

Mesa pronta, toalha limpa, flores luzes e canções. Nos olhares um sorriso, muita paz nos corações.

É a ceia partilhada, nesta casa de irmãos, páscoa sempre renovada recriando a comunhão.

És Senhor, o Deus da vida, és a festa, és a dança. No banquete de sua casa somos povo da aliança. (bis)

Somos povo em travessia, no deserto a caminhar, revestidos de esperança, contra o mal vamos lutar.

Na montanha contemplamos, na sua glória e esplendor, Jesus Cristo nosso guia companheiro sofredor.

Procurando uma fonte, já cansados de andar, assentado junto ao poço, aqui vimos te encontra.

Água viva, te pedimos, faz brotar no coração, renascidos e libertos, partiremos em missão.

Tua casa é abrigo, deste povo sofredor. Ao partir o pão, se abrem nossos olhos, ó Senhor! 

Apressemos, pois, o dia em que os pobres acharão alimento e moradia, a saúde, a educação.

Quem partilha esta ceia, solidário vai firmar. O direito de ser gente, de ter casa onde morar.

Não nos deixe indiferentes à justiça, à exploração. É Jesus quem defendemos no mias pobre, nosso irmão. 

Com.

Faremos um momento de silêncio para agradecer a Deus o nosso primeiro encontro com Jesus na eucaristia! 

25. CANTO: Obrigado Senhor

Obrigado, Senhor, porque és meu amigo.

Porque sempre comigo tu estás a falar.

No perfume das flores, na harmonia das cores

e no mar que murmura o teu nome a rezar. 

Escondido tu estás no verde das florestas, 

nas aves em festa e no sol a brilhar, 

na sombra que abriga, na brisa amiga, 

na fonte que corre ligeira a cantar chuá, chuá. 

Te agradeço ainda porque na alegria

ou na dor de cada dia posso te encontrar. 

Quando a dor me consome, murmuro o teu nome 

e mesmo sofrendo, eu posso cantar.

RITOS   FINAIS

Cel.

Oremos pedindo a graça de estar sempre conscientes da presença de Deus em nossa vida. Aproveite-nos, ó Deus, a participação nos vossos mistérios. Fazei que eles nos ajudem a amar desde agora o que é do céu e, caminhando entre as coisas que passam, abraçar as que não passam. Por Cristo nosso Senhor.

Todos

Amém.

26. AVISOS DA COMUNIDADE

27. BENÇÃO FINAL

Cel.

O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Que o Deus de toda consolação disponha na sua paz os vossos dias e vos conceda as suas bênçãos.

Todos

Amém.

Cel.

Sempre vos liberte de todos os perigos e confirme os vossos corações em seu amor.

Todos

Amém.

Cel.

E assim, ricos em esperança, fé e caridade, possais viver praticando o bem e chegar felizes à vida eterna.

Todos

Amém.

Cel.

Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai + Filho e Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

Em nome do Senhor, ide em paz, e o Senhor vos acompanhe.

Todos

Graças a Deus.

38. CANTO FINAL: Tenho esperado

Tenho esperado este momento. Tenho esperado que viesses a mim.

Tenho que me fales. Tenho esperado que estivesses assim.

Eu sei bem o que tens vivido. Sei também que tens chorado. 

Eu sei bem que tens sofrido.  Pois permaneço ao teu lado

Ninguém te ama como eu. (bis)

 Olhe pra cruz esta é a minha grande prova.

Ninguém te ama como eu. (3x)

Olhe pra cruz foi por ti, porque eu te amo. Ninguém te ama como eu

Eu bem sei o que me dizes. Ainda que nunca me fales 

Eu sei bem o que tens sentido. Ainda que nunca me reveles

Tenho andado ao teu lado. Junto a ti permanecido

Eu te levo em meus braços.  Pois sou teu melhor amigo.