MISSA   DE  BODAS   DE  PRATA

RITOS INICIAIS

1. MOTIVAÇÃO

Com.

Em clima de festa, nossa comunidade se reúne para louvar a Deus e agradecer-lhe os dons que nos concedeu! Vamos louvá-lo com este casal, que hoje celebra suas bodas de prata, no meio de seus familiares e amigos! Certamente, eles encontraram dificuldades em suas vidas de casados, afinal são duas pessoas com temperamentos, idéias e gostos diferentes, que se uniram para juntos trilharem o mesmo caminho. Mas, o amor venceu, foi mais forte, e juntos somaram forças para superar os obstáculos que apareceram; por isso, ao celebrarmos esta ação de graças, memória da morte e ressurreição do Senhor, possamos aprender a amar-nos sempre mais e fazer do amor a única lei da vida.

2. CANTO DE ENTRADA: Somos um povo que alegre vai

Somos um povo que alegre vai, marchando dia-a-dia ao encontro do Pai.

Aqui reunidos nós participamos, desta igreja santa que pro céu vai caminhando!

Todos congregados pelo amor do Senhor;

nossa voz unida cantará seu louvor.

Todos peregrinos pela terra passamos,

nossa fé ardente vai o mundo iluminando.

Temos alegria de viver como irmãos,

entre nós começa a unidade dos cristãos.

A esperança fala de um mundo melhor,

onde não existe mais tristeza nem dor. 

3. ACOLHIDA

Filh_

Hoje, nossos pais renovam conscientemente o seu compromisso matrimonial, e nós, filhos, reavivamos as nossas responsabilidades para que a nossa família caminhe sempre unida no amor e na paz. Queremos que está eucaristia que celebrarmos em comunidade, seja o ponto alto de nossa comemoração. Agradecemos a presença de todos e queremos suplicar de Deus suas bênçãos para nossos pais e cada um de nós.

4. CANTO: Deus trino

Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui. (bis)

Para louvar e agradecer, bendizer e te adorar, estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer, adorar, te aclamar: Deus trino de amor!

Cel.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco.

Todos

Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

5. ATO PENITENCIAL

Cel.

Irmãos e irmãs, reconheçamos agora nossas atitudes de egoísmo, nossas omissões e ingratidões contra Deus e nosso próximo, bem como nossa incapacidade de amar e perdoar. Na presença de Deus, que nunca se cansa de nos perdoar, reconheçamos nossos pecados, pedindo perdão de todas as nossas faltas.

Casal

Senhor, perdão por todas as vezes que não vivemos o amor, a compreensão e o diálogo entre nós e com nossos filhos.

Filh_

Senhor, perdão por todas as vezes que eu e meus irmãos não respeitamos o amor de Deus Pai, expresso na vontade de nossos pais.

Filh_

Senhor, perdão por todas as vezes que nos julgamos sábios, não aceitando a orientação e experiência de vida de nossos pais.

Filh_

Senhor, perdão por todas as vezes que não soubemos valorizar o dom da vida.

6. CANTO PENITENCIAL: Perdão Senhor

Perdão, Senhor, tantos erros cometi.

Perdão, Senhor, tantas vezes me omiti.

Perdão, Senhor, pelos males que causei,

pelas coisas que falei, pelo irmão que eu julguei (bis)

Piedade, Senhor. Tem piedade, Senhor. Meu pecado vem lavar com seu amor.

Piedade, Senhor. Tem piedade, Senhor. E liberta minha alma para o amor.

Perdão, Senhor, porque sou tão pecador.

Perdão, Senhor, sou pequeno e sem valor.

Mas mesmo assim, tu me amas, quero então,

te entregar meu coração, suplicar o teu perdão. (2x)  

Cel.

Deus nosso Pai, tenha compaixão de nós, perdoe nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

Todos

Amém.

7. CANTO DE LOUVOR:  Glória a Deus nas alturas

Glória a Deus nas alturas:

 Glória, glória, aleluia!

Glória a Deus, paz na terra:

 Glória, glória aleluia!

]Glória, glória nos céus!

 Paz na terra entre os homens. (bis)

Glória a Deus! Glória ao Pai!

Glória a Deus criador, que no Filho tornou-se 
o Senhor Deus da vida!

 

Glória a Deus! Glória ao Filho! 

Glória a Deus, nosso irmão!

Nos remiu do pecado, nos abriu novo reino!

 

Glória ao Espírito Santo

Deus nos santifica!

Glória a Deus que nos une, a caminho do Pai!

Glória a Deus uno e santo: 

Pai, Espírito e Filho! 

Glória a Deus uno e trino, glória ao Deus comunhão!

8. OREMOS

Cel.

Ó Deus que unistes estes vossos filhos (N.N.) pelo laço indissolúvel do matrimônio e conservastes seus corações unidos nos sofrimentos e nas alegrias, aumentai e purificai o seu amor, para que possam alegrar-se por sua mútua santificação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Todos

Amém.

LITURGIA   DA   PALAVRA

Com.

A leitura mostra a preciosidade e o valor da esposa dedicada. Sua bondade e seu amor são sinais da presença de Deus no lar.

9. PRIMEIRA LEITURA: Leitura do livro do Eclesiástico. (26, 1- 4; 16 - 21)

Leitor

 Feliz o homem que tem uma boa mulher, pois, se duplicará o número de seus anos. A mulher forte faz a alegria de seu marido, derramará paz nos anos de sua vida. É um bom quinhão uma mulher bondosa; no quinhão daqueles que temem a Deus. Ela será dada a um homem pelas suas boas ações. Rico ou pobre (o seu marido) tem o coração satisfeito. E o seu rosto reflete alegria em todo o tempo. A graça de uma mulher cuidadosa rejubila seu marido, e seu bom comportamento revigora os ossos. É um dom de Deus uma mulher sensata e silenciosa, e nada se compara a uma mulher bem educada. A mulher santa e honesta é uma graça inestimável. Não há peso para pesar o valor de uma alma casta. Assim como o sol que se levanta nas alturas de Deus, assim é a beleza de uma mulher honrada, ornamento de sua casa – Palavra do Senhor.

Todos

Graças a Deus.

10. SALMO DE MEDITAÇÃO: Salmo 128 - Felizes os que respeitam

Felizes os que respeitam a Deus em seu coração (bis)

Por seu caminho trilhando! Felizes sempre serão!

Do seu trabalho a comerem! Felizes sempre serão!

São como vinha fecunda! Felizes sempre serão!

Seus filhos, verde touceira! Felizes sempre serão!

Por Deus serão abençoados! Felizes sempre serão!

De Sião Deus os abençoe! Felizes sempre serão!

Verão o bem da cidade! Felizes sempre serão!

Verão seus filhos e netos! Felizes sempre serão!

11. EVANGELHO

Com.

Jesus é a rocha da nossa vida. Quem crê nEle tem vida plena. Ouçamos com atenção sua palavra que vem enriquecer nossa vida e nosso compromisso conjugal.

12. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO: Buscai primeiro

Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça

e tudo o mais vos será acrescentado, aleluia, aleluia.

Não só de pão o homem viverá, mas de toda palavra

que procede da boca de Deus, aleluia, aleluia.

Se vos perseguem por causa de mim, não esqueçais o porque,

não é o servo maior que o Senhor, aleluia, aleluia.

Cel.

O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo narrado por Mateus (7, 24 - 27).

Todos

Glória a vós, Senhor.

Cel.

“Aquele, pois que ouve minhas palavras e as põe em prática é semelhante a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa: ela, porém não caiu, porque estava edificada na rocha. Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática, é semelhante a um homem insensato, que construiu sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa, e ela caiu, e grande foi a sua ruína”. - Palavra da salvação.

Todos

Glória a vós, Senhor.

13. HOMILIA

14. PROFISSÃO DE FÉ

15. CANTO: Enquanto eu viver

Enquanto eu viver quero sempre amar você,

Te prometo neste altar sempre te amar. Por toda a vida.

Esta aliança que ponho em sua mão é a expressão do meu amor e de nossa união.

Oh! Deus de amor fica conosco aqui e acompanha os nossos passos também.

Desde agora e para sempre.

16. RENOVAÇÃO DO COMPROMISSO

Cel.

(N.N.), há 25 anos contraístes o sagrado vínculo do matrimônio. Relembrando hoje aquele momento, daí um ao outro a mão direita e renovai o vosso compromisso diante de Deus e de toda a comunidade aqui reunida em nome do Senhor.

(N.) queres receber hoje, novamente (N.)  por tua legítima esposa e lhe promete ser fiel, amá-la e respeitá-la, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias de tua vida?

Ele

Quero.

Cel.

(N.) queres receber hoje, novamente (N.) por teu legítimo esposo e lhe promete ser fiel, amá-lo e respeitá-lo, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias de tua vida?

Ela

Quero.

Todos

Que Deus abençoe este vosso compromisso e vos conserve ainda por longos anos unidos, felizes e derrame sobre vós e sobre vossos(as) filhos(as), suas bênçãos.

17. ORAÇÃO DAS BODAS

18. CANTO: Cantiga de matrimônio

O amor jamais acabará. O amor jamais acabará.

Mesmo sendo pequenina, sem cortinas e sem cor, 

esta casa vai ser linda se Deus for o construtor.

Não será um palacete nem será uma mansão.

Esta casa pequenina é o vosso coração.

O tijolo paciente, o cimento da união,

a família construindo o alicerce neste chão.

19. BENÇÃO DAS ALIANÇAS

Ele

(N.) recebe novamente esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo!

Ela

(N.) recebe novamente esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Com.

O casal, devoto de Nossa Senhora, mãe, protetora e companheira fiel nas alegrias e nas dificuldades, oferecerá rosas e o terço que já estão no altar, à nossa mãe Maria santíssima, num gesto de agradecimento e louvor, por tanta proteção e bênçãos recebidas.

20. CANTO: Ave Maria

Santa mãe Maria, nesta travessia

cubra-nos teu manto cor de anil.

Guarda nossa vida, mão Aparecida,

santa padroeira do Brasil!

Ave! Maria! Ave! Maria! (bis)

Com amor divino, guarda os peregrinos.

Nesta caminhada para o além.

Dá-lhes companhia, pois também um dia 

foste peregrino de Belém.

Mulher peregrina, força feminina,

a mais importante que existiu

com justiça queres que nossas mulheres

sejam construtora do Brasil.

Com seus passos lentos, enfrentando os ventos.

Quando sopram noutra direção.

Toda a mãe igreja pede que tu sejas

companheira de libertação!

21. ORAÇÃO DA ASSEMBLÉIA

Com.

Irmãos e irmãs, invoquemos a misericórdia de Deus, que por amoroso desígnio de sua vontade, quis instituir o sacramento do amor e da felicidade.

A cada pedido vamos responder juntos: renovai, Senhor, a fidelidade de vossos filhos!

Leitor

Pai santo, que tendes o nome de Fiel, que exigis e recompensais a observância da aliança, dignais-vos cumular de benção estes vossos filhos que comemoram os 25 anos de casamento.

Leitor

Pai santo, que com o Filho e o Espírito Santo viveis desde toda a eternidade em comunhão de anos, fazei que estes vossos filhos compram toda a aliança de amor que prometeram.

Leitor

Pai santo, que orientais para vós a caminhada dos que prometeram fidelidade no sacramento do matrimônio – fazei que estes vossos filhos se esforcem por seguir sempre o evangelho de Cristo!

Leitor

Pai santo, que quisestes fazer da união conjugal um ensinamento de vida cristã, concedei que todos os casados se transformem em testemunhas do vosso amor.

Leitor

Pai santo, que os jovens possam ver no casamento a realização do vosso amor, a construção de um mundo baseado na justiça e na paz.

LITURGIA EUCARÍSTICA

Com.

Vamos receber as ofertas da santa missa, junto com as lembranças que marcaram a vida conjugal de (N.N.) trazidas pelos sobrinhos.

Leitor

Rocha: simboliza a firmeza e estrutura sólida desse casamento, construído com base no amor, no perdão, na renúncia, na doação, na aceitação, na oração.

Leitor

A roupinha e sapatinho que os(as) filhos(as) usaram: simbolizam os frutos dessa união, os(as) filhos(as), bênçãos dos céus, presentes de Deus, o orgulho de seus pais, são a prova viva deste amor.

Leitor

Álbum de família: o registro de uma família criada e abençoada por Deus. Nada se constrói e nada dá fruto, sem a presença e a ação de Deus.

22. CANTO: La-laiá-Lá-laiá.

Quando  o trigo amadurece e do sol recebe a cor

quando a uva se torna prece na oferta do nosso amor.

Damos graças pela vida derramada neste chão

pois és tu ó Deus da vida quem dá vida à criação.

Os presentes da natureza o amor do coração

o teu povo canta a certeza traz a vida em procissão.

Abençoa a nossa vida o trabalho redentor

as colheitas repartidas para celebrar o amor.

Cel.

Orai, irmãos, para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai, todo-  poderoso.

Todos

Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para a honra e glória do seu nome, para o nosso bem e de toda a santa igreja.

Cel.

Recebei, ó Pai, estas oferendas de ação de graças pela bodas de vossos filhos (N.N.) e fazei que sejam para ambos uma fonte de paz e de alegria. Por Cristo, nosso Senhor.

Todos

Amém.

23. ORAÇÃO EUCARÍSTICA

Cel.

O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele esta no meio de nós.

Cel.

Corações ao alto.

Todos

O nosso coração está em Deus.

Cel.

Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

Todos

É nosso dever e nossa salvação.

Cel.

Na verdade, ó Pai, Deus eterno e todo poderoso, é nosso dever dar-vos graças, é nossa salvação dar-vos glória, em todo tempo e lugar, por Cristo Senhor nosso. Vós fizeste uma nova aliança com vosso povo, pois pela morte e ressurreição de Cristo nos tornastes participantes da vida divina e herdeiros da glória eterna. Para imagem dessa aliança escolheste a união do homem e da mulher, de modo que o sacramento do matrimônio nos recorde o vosso plano de amor. Por isso, com todos os anjos e santos proclamamos a vossa glória, cantando a uma só voz.

24. SANTO: Nas aves do céu

O Senhor é santo, ele está aqui. O Senhor é santo, eu posso sentir.

Nas aves do céu, vi que o Senhor é santo,

na planta a florir, vi que o Senhor é santo.

Na fonte a cantar, vi que o Senhor é santo

No irmão a sorrir, vi que o Senhor é santo.

Cel.

Na verdade, vós sois santo, ó Deus do universo e tudo o que criastes, proclama o vosso louvor, porque, Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso pela força do Espírito Santo deu vida e santidade a todas as coisas e não cessais de reunir o vosso povo, para que vos ofereça em toda parte, do nascer ao por do sol, um sacrifício perfeito.

Todos

Santifica e reuni o vosso povo.

Cel.

Por isso, nós vos suplicamos: santificai pelo Espírito Santo as oferendas que vos apresentamos para serem consagradas a fim de que se tornem o corpo e o sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, que nos mandou celebrar este mistério.

Todos

Santificai nossa oferenda, ó Senhor.

Cel.

Na noite em que ia ser entregue ele tomou o pão, deu graças e o partiu e o deu aos seus discípulos dizendo: tomai, todos, e comei: isto é meu corpo que será entregue por vós. Do mesmo modo ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos dizendo: tomai, todos e bebei: este é o cálice do meu sangue, da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para emissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

Todos

Meu Senhor e meu Deus.

Cel.

Eis o mistério da fé!

Todos

Salvador do mundo, salvai-nos, vós que nos libertastes pela cruz e ressurreição.

Cel.

Celebrando agora, ó Pai, a memória do vosso Filho, da sua paixão que nos salva, da sua gloriosa ressurreição e da sua ascensão ao céu e enquanto esperamos a sua nova vinda, nós vos oferecemos em ação de graças este sacrifício de vida e santidade. Olhai com bondade a oferenda da vossa igreja, reconhecei o sacrifício que nos reconcilia convosco e concedei que, alimentando-nos com corpo e sangue do vosso Filho, sejamos repletos do Espírito Santo e nos tornemos em Cristo um só corpo e um só espírito.

Todos

Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

Cel.

Atendei as preces da vossa família que está aqui na vossa presença. Reuni em vós, pai de misericórdia, todos os vossos filhos e filhas dispersos pelo mundo inteiro.

Todos

Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos Filhos!

Cel.

Acolhei com bondade no vosso reino os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida e todos os que morreram na vossa amizade. Unidos a eles, esperamos também nós saciarmos, por Cristo Senhor nosso.

Todos

A todos saciai com vossa glória!

Cel.

Por ele dais ao mundo todo bem e toda graça. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda honra e toda glória, agora e para sempre.

Todos

Amém.

25. CANTO: Amizade

Amizade sempre existirá,

como a luz do sol,

como o amor de mãe. 

Será como o pão de cada dia ontem, hoje e amanhã!

Eu vos digo amai-vos uns aos outros;

sois todos irmãos,

sois todos cristãos,

e vivendo nesta união,

todos cantarão assim: amizade....

E vivendo agora e sempre

na graça de Deus,

unidos aos irmãos,

seremos nós a luz do mundo

para o Cristo propagar.

26. PAI NOSSO

Cel.

Nós vos louvamos e bendizemos Deus criador de todas as coisas, que no princípio criastes o homem e a mulher para constituírem uma sociedade de vida e de amor. E também vos agradecemos, Senhor vos dignastes abençoar o casamento dos vossos filhos (N.N.) para ser uma imagem da união de Cristo com a igreja. Olhai, agora, com bondade para eles e, como lhes preservastes a união em meio a alegrias e tristezas, assim renovai neles sempre a aliança nupcial, aumentando a caridade e reforçando os laços da paz, a fim de merecerem receber a vossa benção na companhia dos filhos, nora, genro e netos que os rodeiam. Por Cristo nosso Senhor.

Todos

Amém.

Cel.

A paz do Senhor esteja sempre conosco.

Todos

O amor de Cristo nos uniu!

Cel.

Irmãos e irmãs saudemos uns aos outros em Cristo.

27. CANTO DA PAZ: Quero te dar a paz

Quero te dar a paz do meu Senhor com muito amor. (bis)

Na flor vejo manifestar o poder da criação,

nos teus lábios eu vejo estar o sorriso de um irmão.

Toda vez que te abraço e aperto a sua mão,

sinto forte o poder do amor dentro do meu coração.

Deus é pai e nos protege, Cristo é filho e salvação,

Santo Espírito consolador, na Trindade somos irmãos.

Toda vez que te abraço e aperto a sua mão,

sinto forte o poder do amor dentro do meu coração. 

28. CORDEIRO DE DEUS

Todos

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

Cel.

Felizes os convidados para a ceia do Senhor! Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Todos

Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e serei salvo!

29. CANTO DE COMUNHÃO: A quem nós servimos?

A quem nós servimos, quando partimos o pão  do amor?

Criança sem nome, morrendo de fome, eras tu, Senhor?

Vem ser nesta mesa o pão da igualdade e da libertação.

Teu corpo e teu sangue animem, sustentem a missão!

A quem acolhemos quando envolvemos de humano calor?

O velho esquecido, também excluído, eras tu, Senhor?

De quem nós cuidamos, quando curamos feridas e dor?

O pobre doente da vida descrente, eras tu, Senhor?

A quem escutamos, quando tratamos com digno valor?

O índio poeta, de sangue profeta, eras tu, Senhor?

30. OREMOS

Cel.

O Deus que acolhestes à mesa da vossa família o casal (N.N.) com seus filhos, noras, netos, parente e amigos, concedei-lhes progredir com firmeza e alegria na mútua comunhão. Isto nós vos pedimos por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do Espírito Santo.

Todos

Amém.

31. CANTO DE AÇÃO DE GRAÇA: Perfeito é quem te criou

Se um dia um anjo declarou que tu eras cheia de Deus.

Agora penso: quem sou eu para não te dizer também cheia de graça, ó mãe?(bis) Agraciada.

Se a palavra ensinou que todos hão de concordar, e as gerações te proclamar, agora eu também direi: tu é bendita, ó mãe.(bis) Bem aventurada.

Surgiu um grande sinal no céu, uma mulher revestida de sol. 

A lua debaixo de seus pés e na cabeça uma coroa...

Não há como se comparar. Perfeito é quem te criou. Se o criador te coroou. Te coroamos, ó mãe. (2x) Nossa rainha.

Cel.

Ó Deus, que acolhestes à mesa da vossa família o casal (N.N.)  (com seus(suas) filhos(as) , parentes e amigos, concedei-lhes progredir com firmeza e alegria na mútua comunhão, para encontrarem-se um dia unidos no convívio do céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo.

Todos

Amém.

32. HOMENAGENS

33. CANTO: Bodas

RITOS   FINAIS

Cel.

Vamos juntos agradecer a Deus e pedir que está celebração que estamos ora concluindo, venha incentivar todos nós a ver o matrimônio com seriedade e responsabilidade, que anime todos os casais que aqui presentes passam por dificuldades de convivência, a ver que é possível superar tudo, desde que saibam colocar como centro o fundamento de sua união, o amor, o diálogo, o perdão, a oração.

34. ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

Todos

Senhor Jesus, Deus de amor, quisestes que nos amássemos e vivêssemos unidos, sendo assim sinas de vossa presença no mundo. Eis que vos tornastes nosso alimento, nossa força e nossa vida. Queremos viver sempre juntos, nas dificuldades, nas alegrias e nas tristezas. Assim seremos a oferta que vos agradará. Dai-nos sermos fiéis em nossas vidas, tendo amor uns para com os outros. Abençoai o amor dos esposos e fazei que na unidade e na caridade possamos difundir o vosso. Que jamais nos esqueçamos de proclamar vossas maravilhas, vossa bondade, e vossa misericórdia. Amém.

35. BENÇÃO FINAL

Cel.

Que Deus Pai todo poderoso vos concede a sua alegria.

Casal

Amém.

Cel.

O Filho unigênito de Deus com sua infinita misericórdia esteja a vosso lado, na alegria e na tristeza.

Casal

Amém.

Cel.

E a todos vós, aqui reunidos, abençoe-vos Deus todo poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo!

Todos

Amém.

36. CANTO FINAL: Oração pela família

Que nenhuma família comece em qualquer de repente.

Que nenhuma família termine por falta de amor.

Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente.

E que nada no mundo separe um casal sonhador.

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte,

que ninguém interfira no lar e na vida dos dois.

Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte.

Que eles vivam do ontem, no hoje e em função de um depois.

Que a família comece e termine sabendo onde vai.

E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai.

Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor.

E que os filhos conheçam a força que brota do amor.

        Abençoa, Senhor, as famílias, amém.

     Abençoa, senhor, a minha também!

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida.

Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão.

Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida.

Que a família celebre a partilha do abraço e do pão.

Que marido e mulher não se traiam nem traiam seus filhos.

Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois.

Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho.

Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depos.